morocco-flag SOBRE O MARROCOS

Marrocos é um país fascinante e exótico localizado ao Norte de África. Sem dúvida um dos melhores e mais seguros destinos de férias alternativos. Marrocos oferece uma variedade de roteiros incríveis, podendo você conhecer desde desertos,a praias, montanhas e cidades com forte história, arquitetura remotas e as culturas árabes e judaica.

Esta mistura faz do Marrocos um país instigante e fascinante. Vamos conhecer um pouco mais este país e marcar já as suas próximas férias no Marrocos. Marrocos tem como pontos fortes para visitar cidades como Marraquexe, Fez, Rabat, Quarzazate e Essaouira.

Tem ainda locais naturais espetaculares como as Dunas de Erg Chebbi, Montanhas do Atlas e o Vale de Ait Benhaddou – Cidade fortificada (Patrimônio Mundial da UNESCO). O povo marroquino é um dos povos mais hospitaleiros do mundo, e farão com que você se sinta muito bem visitando o seu lindo país. Não perca a oportunidade de viajar ao Marrocos e de visitar locais inesquecíveis.

Geografia O Marrocos está situado no noroeste da África. É delimitado ao norte pelo Estreito de Gibraltar e o Mediterrâneo, no sul pela Mauritânia, no leste pela Argélia e no oeste pelo Oceano Atlântico. A costa Marroquina tem mais de 3500 km. Superfície: 710.850. Km2. Este é o lugar para as suas excursões a Marrakech.

Clima O clima predominante no Marrocos é o Mediterrâneo, temperado no Oeste e no Norte por causa do Oceano Atlântico. No interior, o clima é mais continental, com diferenças de temperatura significativas. A região do Atlas é úmido, a cobertura de neve é freqüente. O Sul tem um clima desértico.

A lingua Além do árabe clássico, a língua para a educação, a administração e os meios de comunicação, a linguagem quotidiana em Marrocos é um dialeto do árabe, assim como o Tamazight (Berber), falado no Rif, no Atlas e no Souss, e que varia de acordo com as áreas. A maioria dos marroquinos falam francês, muitos falam Espanhol e Inglês.

Religião O Islã é a religião oficial de Marrocos, mas a convivência com outras religiões é perfeita (a prática de outras religiões é garantida pela Constituição). Durante o dia são feitos cinco convites para oração. Eles são anunciados pelo anunciador das preces do alto da torre que fica ao lado da Mesquita. Durante o mês do Ramadan, os marroquinos, param de comer, beber e de fumar desde o nascer ao pôr do sol. Obviamente, seu cotidiano é afetado. A maioria das administrações, serviços públicos, monumentos e lojas ajustam seus horários de funcionamento. No entanto, os não-muçulmanos encontram comida em alguns restaurantes, especialmente em hotéis. Os dias são muito dificeis, mas como as noites são belas!

Culinária 

A sutileza da cozinha Marroquina combina legumes e deliciosas frutas, especiarias raras e perfumadas, peixes delicados e saboras carnes. O melhor da cozinha oriental, famosa em todo o mundo, e que desperta o paladar. Aqui estão os principais pratos do Marrocos que estão para ser provados de maneira absoluta.

Kebabs: na entrada do souk, em uma praça, ao lado de uma estrada, kebabs deliciosos são cozidos em frente dos seus olhos: valem a pena pois são, baratos e rápidos.

Cuscuz: É a refeição da família tradicional na sexta-feira, mas você pode encontrá-lo todos os dias em restaurantes. Durante sua viagem, você pode saborear milhares de cuscuz, uma vez que variam de acordo com as áreas e a criatividade do cozinheiro. Tente não usar seus talheres para comer, prefira usar seus dedos, como os marroquinos fazem.

Mechoui: cordeiro assado (ou no forno). A carne derrete na boca! Pastilla: uma massa fina recheada com lascas de pombo e amêndoas, é o famoso agridoce. Existem variantes com peixes, frango ou mesmo com leite de sobremesa.

As refeições do Ramadã: no pôr do sol, as pessoas quebram o jejum (f’tour) com o Harira rico e saboroso (sopa feita com carne, lentilha, grão de bico), com o Beghrir (favo de mel pequenas panquecas servidas com manteiga derretida e mel), o Shebbakia (bolos fritos em óleo e coberta com mel). Este pequeno aperitivo permite esperar pelo jantar que ocorre mais tarde à noite.

Tajine: esta palavra significa tanto o recipiente (prato de terracota ornamentados com uma tampa típica em forma de cone) e o conteúdo (carne, frango e peixe cozido com legumes refogados). Prove e você vai entender porque tajine é a refeição nacional no Marrocos.

Mint chá: é para saciar a sede, ele aquece, e você pode beber de manhã, após as refeições ou a qualquer momento. É o tipo de prazer para pode deixar passar sem provar.

Tortas e bolos: bolos de mel, bolos em forma de chifre, Feqqas com amêndoas ou passas, Ghoriba com amêndoas, gergelim … Irresistível!

Boas maneiras Respeitar os costumes locais significa mostrar a cortesia em um país acolhedor. Para evitar qualquer situação constrangedora ou mal-entendido, é aconselhável respeitar os hábitos e costumes. Aqui estão algumas regras essenciais: Em Marrocos, o acesso às mesquitas e lugares santos é proibido aos não-muçulmanos. Algumas exceções são a Mesquita Hassan II em Casablanca, o Mausoléu de Mohamed V em Rabat, o Mausoléu de Moulay Ismail em Meknes, Mausoléu Moulay Ali Chérif em Rissani.

Evite roupas provocantes. Aceitar o chá de menta, pois isto é um gesto de hospitalidade. Se você é convidado a compartilhar uma refeição em família, você vai lavar as mãos simbolicamente no jarro. A refeição começa quando o anfitrião diz o Bismillah « , louvor a Deus. Coma com a mão direita tudo o que você quiser, mas não se obrigue a comer de tudo que está em seu prato,em geral é impossível! Tente não beber, comer ou fumar em público durante o dia, no período do Ramadã. Se você quiser tirar uma foto de alguém, não se esqueça de pedir permissão.

Como chegar Aqui está uma lista de sites onde você pode reservar a seu bilhete de avião Royal Air maroc ; Go voyages ; Jet4you ; Transavia ; Edreams, Iberia, Air france…

Passaporte Para ir ao Marrocos, você precisa de um passaporte válido